Além da nova Unidade de Conservação Municipal na Serra das Bengalas, Passira conta com o apoio técnico da Semas para a implantação de um Aterro Sanitário

O secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, junto com o governador Paulo Câmara e o prefeito de Passira, Severino Silvestre, anunciaram a criação de uma Unidade de Conservação Municipal, dentro de uma Área de Relevante Interesse Ecológico (ARIE), na Serra das Bengalas. A divulgação aconteceu na manhã deste sábado, 11, no próprio município do agreste, durante o anúncio de investimentos previstos no Plano de Retomada de Pernambuco. A área da nova UC possui 298,70 hectares, foi criada a partir dos estudos realizados pela Agência CPRH, e está localizada no ecossistema da Caatinga, dentro de um conjunto de Unidades de Conservação responsáveis pela recarga hídrica do Rio Capibaribe.

Bertotti informou que a criação desta Unidade de Conservação vem fortalecer as ações de proteção ambiental já desenvolvidas em Passira, onde já existe um programa de reflorestamento.

“Hoje o prefeito Severino assinou o decreto de criação desta Unidade de Conservação Municipal. Com isso, ele passa a integrar também o grupo de municípios que serão beneficiados com o ICMS Socioambiental, por ter criado uma área de conservação. Recentemente, o município também foi licenciado, através de audiência pública, para a implantação de um aterro sanitário, que vai cumprir um importante papel para o desenvolvimento econômico sustentável e atenderá aos municípios da região. Isso ajudará o programa Pernambuco Lixão Zero, estruturando a cadeia produtiva em torno da gestão dos resíduos sólidos, que é tão importante para o enfrentamento do aquecimento global”, finalizou o secretário Bertotti.