Superintendência de Sustentabilidade e Clima

A crise climática – provocada pelo aumento global das temperaturas – já atinge estados e cidades no mundo inteiro. Dentro desse cenário, Pernambuco é considerado “hot spot”, ou seja, uma das áreas mais vulneráveis aos efeitos da mudança do clima no mundo, segundo o IPCC (Intergovernmental Panel on Climate Change). Por isso, o Governo do Estado atua no enfrentamento aos impactos desse aquecimento e na redução das emissões de carbono, buscando a consolidação de um desenvolvimento em bases sustentáveis, que integre o crescimento econômico, o bem-estar social e a preservação da natureza.  

A Política Estadual de Mudanças do Clima de Pernambuco – pioneira no Brasil – traz as diretrizes, regras e ações que guiam o governo na construção desse futuro de baixo carbono, resiliente e inclusivo. A Superintendência de Sustentabilidade e Clima da Semas-PE tem a atribuição de implementar tal política, promovendo os esforços necessários para aumentar a resiliência dos sistemas naturais e das cidades às mudanças climáticas, bem como contribuir com a redução das concentrações dos Gases de Efeito Estufa (GEE) na atmosfera.

Entre suas atividades estão: estabelecer o sistema de monitoramento, reporte e verificação de GEE do Estado; elaborar e implementar planos e projetos de adaptação e mitigação à mudança do clima; coordenar as atividades do Comitê e do Fórum especializado na temática; promover articulações institucionais de âmbito regional e interestadual com foco na troca de conhecimentos e na realização de iniciativas conjuntas em prol do clima.  

Estão ligados à essa superintendência: 

Gerência de Baixo Carbono; 

Gerência de Política Costeira; 

Gerência Adaptação e Resiliência.