Encontro on-line desta quarta-feira, 4, reúne representantes do governo e da sociedade civil

O Comitê Gestor da Pesca Artesanal de Pernambuco – CGPesca volta a se reunir, nesta quarta-feira, às 9h, para a sua 9ª reunião ordinária, após um período de paralisação das atividades por conta da pandemia. O encontro terá abertura de Inamara Mélo, secretária executiva de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, e tem como objetivo apresentar aos membros do colegiado o Plano de ação para controle e monitoramento do Coral-sol, espécie exótica-invasora identificada no litoral do estado. Terão acesso à reunião que acontece por videoconferência os membros do CGPesca.

“Retomamos os encontros do Comitê voltado para pesca artesanal de Pernambuco para uma pauta de extrema importância. Precisamos reunir os esforços de quem vive do ecossistema marinho-costeiro, sejam pescadores, marisqueiras, empresários ou pesquisadores, para apoiar as ações emergenciais de combate ao coral-sol, propostas pelo Governo de Pernambuco e, assim, proteger a biodiversidade de todo o nosso litoral”, afirmou a secretária executiva da Semas/PE, Inamara Mélo.

O Plano de Ação para o combate ao coral-sol (Tubastraea spp), espécie que ameaça a biodiversidade das regiões litorâneas, foi elaborado de forma integrada por instituições como Semas, Agência CPRH, Distrito Estadual de Fernando de Noronha, universidades Federal (UFPE) e Federal Rural de Pernambuco (UFRPE), Universidade de Pernambuco (UPE), além do Projeto Conservação Recifal. O documento visa garantir a conservação da biodiversidade nativa, a manutenção da pesca e do turismo locais.

As ações de combate à espécie invasora no estado estão divididas em cinco etapas: Diagnóstico; Remoção; Monitoramento; Comunicação e Normas. Após receber contribuições dos membros do Conselho Estadual de meio Ambiente (Consema/PE), no dia 25/09, o plano esteve disponível no site da Secretaria de Meio Ambiente para receber sugestões e contribuições da sociedade no período de 25/09 a 09/10. O texto consolidado deverá ser regulamentado por meio de decreto estadual, para que possa efetivamente entrar em vigor.

Entre as ações previstas no Plano está a realização 28 campanhas de mergulho, além da remoção das colônias nos naufrágios e recifes naturais contaminados, já na fase de diagnóstico.

Serviço

O que: Semas realiza reunião do Comitê Gestor da Pesca Artesanal

Quando: nesta quarta-feira (04/11), a partir das 9h.

Reunião pelo Google Meet – Acesso permitido aos membros do Comitê da Pesca Artesanal