“É fundamental reforçar o compromisso de fortalecimento dos sistemas municipais de meio ambiente em todo o estado”, disse o secretário da Semas, José Bertotti.

O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas/PE), José Bertotti, esteve com o presidente da CPRH, Djalma Paes, nesta segunda-feira (13), em solenidade de posse do Conselho de Meio Ambiente do município de Glória do Goitá. que traz a secretária de Planejamento, Orçamento Democrático, Habitação e Meio Ambiente, Joelma Farias, na presidência do conselho. Na ocasião, os gestores, ao lado da prefeita do município, Adriana Paes, participaram também do início da adequação, implantação e pavimentação da rodovia vicinal VPE-077, obras assinadas nesta manhã pelo governador Paulo Câmara.

“Fizemos questão de reforçar que o desenvolvimento chega, como esta importante obra de asfaltamento da estrada que leva ao distrito de Apoti, com mais de 10 mil habitantes. Mas, é fundamental destacarmos que existe o compromisso no fortalecimento dos sistemas municipais de meio ambiente e, dessa forma, viemos participar da posse do Conselho de Meio Ambiente do município. Aproveitamos também para anunciar que a cidade será contemplada com os recursos do Fundo Estadual de Meio Ambiente (Fema), por meio de edital que selecionou projetos de reflorestamento de nascentes, a partir de sistemas agroflorestais”, afirmou Bertotti.

O gestor da Semas/PE deve retornar à cidade na próxima quarta-feira (15), para acompanhar a destinação de 3 mil mudas que a empresa Coopergás fará ao município, a partir de uma compensação ambiental determinada pela CPRH.

Participaram do evento desta segunda, além dos gestores da Semas, CPRH e da prefeita de Glória do Goitá, a secretária de Infraestrutura e Recursos Hídricos do estado, Fernandha Batista e os deputados estaduais Isaltino Nascimento e Henrique Queiroz Filho, entre outras lideranças políticas.

Refloresta – O edital de reflorestamento de nascentes contemplará Glória do Goitá por meio do projeto selecionado da organização Serviço de Tecnologia Alternativa Serta. O certame selecionou projetos de reflorestamento, a partir de sistemas agroflorestais. Áreas degradadas ou em processo de degradação, na região dos biomas de Mata Atlântica e Caatinga, deverão ser restauradas, já a partir do terceiro trimestre deste ano. A proposta “Nascentes do Goitá: Mobilização e ação por meio de sistemas agroflorestais agroecológicos” deverá ser desenvolvida em parceria com a Prefeitura.

Foto: Pedro Caldas