O superintendente de Biodiversidade e Conservação da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas-PE), Maurício Guerra, participou na terça-feira (22) e na quarta-feira (23), em São Paulo, de um encontro entre atores ambientais brasileiros para discutir o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA). 

Promovido pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Fiscalização e Biodiversidade, a 14ª edição do Encontro Paulista de Biodiversidade (EPBIO), contou com o apoio da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (ABEMA) e da Agência Alemã de Cooperação Internacional (GIZ).

Estiveram presentes no encontro da terça-feira, representantes do setor público e privado, universidades, provedores de serviços ambientais e representantes do terceiro setor. O evento contou com uma programação de palestras e mesas de discussão. A questão que permeou o debate girou em torno dos impactos esperados com a normatização do Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), em âmbito nacional e estadual, e o futuro desta política pública.

O encontro, que seguiu durante a quarta-feira (23), foi realizado a partir de uma articulação da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Meio Ambiente (ABEMA), para promover um momento de debate entre os representantes de cada um dos 26 estados brasileiros e do Distrito Federal. Eles participaram de um workshop destinado exclusivamente para a troca das experiências exitosas que acontecem em seus respectivos Estados.