O coletor faz parte do Replug, programa de educação ambiental e descarte de resíduos eletroeletronicos, que contará ao todo com 30 PEVs colocados em locais estratégicos para receberem equipamentos danificados, como computadores e celulares. 

Os moradores da zona norte do Recife, agora contam com um ponto para descartar seus computadores, celulares e demais equipamentos eletroeletronicos, que estão em casa quebrados e não devem ser descartados de qualquer maneira no lixo comum. A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, instalou em sua sede um coletor para receber estes materiais, evitando assim a poluição do meio ambiente, pela alta capacidade de contaminação do solo e das bacias hidrográficas que estes equipamentos possuem.  

O Ponto de Entrega Voluntária para o descarte de resíduos eletroeletronicos faz parte do programa Replug, criado pela secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade, em parceria com a Reeecicle, uma instituição  que atua há mais de 25 anos com logística reversa, reciclagem e remanufatura. O PEV foi instalado  nesta sexta-feira, 01/04, na sede da Semas, localizada na Avenida Rosa e Silva, 1339, Jaqueira. O coletor ficará disponível para a população descartar seus materiais danificados de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

O Replug foi lançado  pelo secretário José Bertotti no Centro Cultural Cais do Sertão, Bairro do Recife, durante a abertura da Cirsol, a I Conferência Internacional de Resíduos Sólidos, como uma importante alternativa de destinação correta para os resíduos eletroeletrônico. Este programa que vem pretende retirar toneladas de equipamentos obsoletos que, quando descartados de forma inadequada, causam imenso prejuízo à natureza, contaminando o meio ambiente, e emitindo gases poluentes que agravam os efeitos do aquecimento global.  

“Este programa tem um caráter educativo, mas também tem uma prática efetiva, conduzindo a população a descartar aqueles equipamentos que estão quebrados em casa, como celular velho ou um computador de forma correta. Esses equipamentos tanto podem ser reaproveitados como também devem ter uma descarte adequado, pois são constituídos por metais pesados, que podem contaminar o solo ou bacias que comprometem o abastecimento de agua das cidades. Estamos disponibilizando este coletor aqui na Semas, para que a população tenha a oportunidade de descartar estes equipamentos, evitando descartar no meio ambiente. Com isso Pernambuco dá mais um passo efetivo nesta questão de resíduos sólidos, dialogando com a população e efetivamente contribuindo para que ela possa destinar adequadamente estes resíduos,” esclareceu Bertotti.

Foto: Anizio Silva/Semas PE