A atividade conta com palestras e lives ambientais, ações de educação ambiental com escolas e trilhas ecológicas

A Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), juntamente com a Agência Estadual de Meio Ambiente do Estado – CPRH, realizam de 22 a 28 de novembro, a V Semana das Unidades de Conservação da Natureza: horizonte de possibilidades. A programação conta com lives e palestras ambientais, apresentação de projetos de preservação, reabertura de Unidades de Conservação, concurso de fotografia, além de um balanço das ações do Governo de Pernambuco apresentadas na Conferência do Clima das Nações Unidas, a COP26.

Na segunda-feira, 22, às 15h, acontece a live de abertura oficial do evento com a participação do secretário da Semas, José Bertotti, que fará uma palestra sobre o tema “Reflexos da COP 26 para a conservação em Pernambuco”. Na ocasião, o secretário também abordará a Declaração de Edimburgo, subscrita pelo governador Paulo Câmara na COP, reforçando o compromisso de Pernambuco com as Unidades de Conservação. O painel conta ainda com a participação de Djalma Paes, diretor-presidente da CPRH, de Walter Figueiredo De Simoni, do Instituto Talanoa, e Bráulio Dias, ex-secretário executivo da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB). A moderação será de Janaína Teixeira, diretora de Recursos Florestais e Biodiversidade da CPRH. O debate on-line será transmitido pelo YouTube e Facebook da Semas e CPRH.

Na terça-feira, 23, das 9h30 às 11h30, ocorre o lançamento da marca do grupo dos Refúgios de Vida Silvestre (RVS) Matas de Tapacurá, e lançamento do projeto “Árvore Azul: educar, conservar, preservar e multiplicar recursos genéticos da biodiversidade”, organizado pelo RVS Grupo Tapacurá sob a coordenação da CPRH. O Árvore Azul é um projeto de pesquisa, extensão rural e educação ambiental, em parceria com o Instituto Agronômico de Pernambuco/IPA, para o desenvolvimento de protocolos de propagação por meio de biotecnologia e sequenciamento genético, visando a conservação e preservação de espécies vegetais nativas do entorno de Tapacurá, em São Lourenço da Mata. A iniciativa ocorre na sede do IPA, no bairro do Bongi, e é voltada para o conselho gestor do RVS Matas de Tapacurá.

Ainda no dia 23, serão realizadas atividades teóricas e práticas de Agroecologia na Área de Proteção Ambiental (APA) de Santa Cruz, na comunidade de Vila Velha, Ilha de Itamaracá. As aulas têm a Casa Uaná e a Prefeitura de Itapissuma como parceiros e como público-alvo a população local.

Na quarta-feira, 24, das 8h às 13h, ocorrerá a reabertura da Reserva de Floresta Urbana (FURB) Mata do Passarinho, em Olinda, com várias atividades entre palestras ambientais, trilhas e jogos educativos.

Já no Parque Estadual de Dois Irmãos, às 10h e às 13h30, acontece um passeio pela Trilha dos Macacos, na área de Mata Atlântica. A atividade é gratuita e voltada para o público geral presente no zoológico. Os interessados devem se inscrever no prédio administrativo do PEDI, usar sapato fechado e calça comprida.

Às 15h, acontece o debate on-line “Conservação e Turismo Sustentável nas RPPNs de Pernambuco”, sobre a importância das Reservas Particulares do Patrimônio Natural. Participam do evento o secretário da Semas, José Bertotti, a coordenadora do Projeto Mata Atlântica do Nordeste da ONG SAVE Brasil, Bárbara Cavalcante, e o articulador estadual da Confederação Nacional das RPPNs, Aarão Netto. Maurício Guerra, superintendente de Conservação e Biodiversidade da Semas, fará a moderação da live. A transmissão será pelo YouTube e Facebook da Semas e CPRH.

Na quinta-feira, 25, ocorrerá mais um passeio pela Trilha dos Macacos do Parque Estadual de Dois Irmãos, às 13h30, aberta ao público em geral. Durante a manhã, a atividade será voltada para alunos com deficiência da Escola Estadual Argentina Castello Branco, de Olinda.
Na sexta-feira, 26, na parte da manhã, das 9h às 13h, haverá visitação dos conselheiros e alunos das comunidades escolares que residem próximo ao Refúgio de Vida Silvestre (RVS) Matas do Sistema Gurjaú, no Cabo de Santo Agostinho. Entre os parceiros da iniciativa estão os Agentes Populares Ambientais do RVS Gurjaú. Nesta ação, será realizada uma apresentação de teatro de mamulengos, a trilha ecológica “Trilha entre Açudes”, e o plantio simbólico de espécies nativas da Mata Atlântica, além de lanche solidário.

Já na Área de Proteção Ambiental (APA) Aldeia-Beberibe, a partir das 9h, haverá trilha ecológica e soltura de animais silvestres com alunos da rede pública de São Lourenço da Mata, na Matinha do Pititio, São Lourenço da Mata. Entre os parceiros estão o Cetas Tangara, Projeto Trilha Ecoverdejante, Projeto Semear e Ultramega Hospitalar.

Na parte da tarde, às 15h, haverá o debate “Oportunidades para Planos de Manejo e Gestão Integrada de UCs”, com a participação do secretário da Semas, José Bertotti, da diretora da CPRH, Janaína Teixeira, do coordenador geral do projeto UC Pernambuco, Mauro Buarque, da analista do Instituto Estadual de Florestas de Minas Gerais, Helen Duarte Faria, e da presidente do Instituto Çarakura, de Santa Catarina, Andréa de Oliveira. A moderação será da secretária-executiva da Semas, Inamara Mélo, e o evento também será transmitido pelo YouTube e Facebook da Semas e da CPRH.

No Parque Estadual Dois Irmãos será realizada a Exposição de Mudas de Mata Atlântica, das 9h às 15h. A exposição segue até o domingo, 28 de novembro.

No sábado, 27, a partir das 10h30, acontece a exibição do vídeo “Soltura de animais silvestres em Unidades de Conservação ” no Youtube, Instagram e Facebook da Semas e da CPRH.

Na segunda-feira, 29, é o dia de conhecer os vencedores do II Concurso de Fotografia Unidades de Conservação no Meu Caminho. As fotografias vencedoras de cada categoria serão divulgadas no Instagram da CPRH, e demais redes sociais da Agência, a partir das 15h.