Entre os principais objetivos do Sisar, destaca-se o fortalecimento do modelo de gestão compartilhada dos sistemas de abastecimentos de água nas comunidades rurais

O secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, José Bertotti, participou na manhã desta segunda-feira, 28, na sede da Semas, de reunião com integrantes do núcleo institucional do Sistema Integrado de Saneamento Rural (Sisar), vinculado à Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco (Seinfra). Na pauta, a proposta de formalização de uma parceria entre a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco e o núcleo, que já desenvolve projeto em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento Agrário do estado.

De acordo com o secretário José Bertotti, a apresentação realizada pelo núcleo institucional do Sisar, além de pontuar as mais de 7 mil comunidades, alvos do programa, mostrou quantas já são atendidas por saneamento rural e quais os projetos em curso, inclusive com vistas ao levantamento de financiamento junto ao Banco Mundial – procedimento adotado hoje, para o atendimento à importantes demandas das regiões.

“Fizeram uma apresentação que demonstrou a importância da participação da Semas como integrante do núcleo institucional que administra o Sisar hoje e nós asseguramos que temos todo interesse em integrar este núcleo, a partir do nosso programa de reflorestamento, que tem base na recuperação de nascentes, produção de água e também na questão do saneamento e do tratamento dos resíduos sólidos. E esta integração – a partir do mapeamento do banco de dados do Sisar – pode ainda ajudar no programa de combate aos lixões no estado”, destacou Bertotti.

Entre os principais objetivos do Sisar estão a universalização do acesso ao abastecimento de água e ao esgoto sanitário; criação de estratégia de investimento a curto, médio e longo prazo; fortalecimento do modelo de gestão compartilhada dos sistemas de abastecimentos de água nas comunidades rurais, além da melhoria da qualidade de vida da população do campo, com geração de emprego e renda, a partir da oferta regular de água.

Participaram da reunião, o membro da Unidade de Gerenciamento do Saneamento Rural de Pernambuco, Sérgio Murilo Guimarães, o Analista do Núcleo Gestor de Saneamento Rural, Irageu Ferreira Fonseca, e engenheiro florestal do núcleo, Gustavo de Lima Silva.

Foto: Semas/PE