A Secretaria de Meio ambiente e Sustentabilidade iniciou as negociações que culminaram com a vinda desta startup para Recife

O secretário José Bertotti e o prefeito João Campos se reuniram na última quinta-feira (04) cumprindo agenda da COP26, em Glasgow, com o diretor de relações governamentais da Timbeter e o representante do setor de TI da Estônia, Margus Tsahkna, onde foi anunciada a escolha do Recife para receber a primeira filial da empresa de tecnologia no Brasil, que atua na identificação e medição de toras de madeira, permitindo a melhoria do manejo florestal e a atuação dos governos no combate à extração e comércio ilegal de madeira.
As negociações com a empresa, foram iniciadas pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, que identificaram o potencial do Recife como Parque tecnológico para a expansão da empresa no Brasil.

Na sequencia dos compromissos na Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas, o secretário Bertotti participou do evento “Iniciativa Clima e Desenvolvimento: Visões para o Brasil 2030”, onde defendeu que o Brasil deve assumir compromissos mais ambiciosos para o enfrentamento das mudanças climáticas.

“Com é que vamos ter neutralidade climática se as usinas voltarão a usar carvão? Não tem cabimento esta situação. O que nós pecisamos é olhar com maior atenção à geração de energia limpa, a destinação adequada dos resíduos sólidos, e alternativas tecnológicas de geração de empregos inclusivos,” defendeu Bertotti.

Encerrando as atividades desta quinta, na COP26, O Secretário Bertotti participou do encontro com o Príncipe Charles, herdeiro do trono britânico, reconhecido ativista ambiental. a cerimonia foi no Kelvingrove Art Gallery and Museum de Glasgow, contou com a presença dos governadores de estado reunidos pelo Consórcio Brasil Verde, onde foram debatidos possíveis acordos de cooperação para o financiamento de iniciativas sustentáveis.