A ação contou com 45 servidores que atuaram com abordagem educativa e de fiscalização junto aos frequentadores, comerciantes e proprietários de embarcações no litoral sul

Uma operação integrada de conscientização ambiental e ordenamento da orla, aconteceu neste sábado, 08/01, na Praia de Carneiros, litoral sul e na Área de Proteção Ambiental (APA) de Guadalupe, com abordagem educativa e de fiscalização. A iniciativa de caráter educativo, foi realizada através de abordagem de conscientização junto aos comerciantes, moradores, visitantes e empresários da região, sobre os cuidados a serem observados com o meio ambiente, o comercio ambulante, o turismo náutico, poluição sonora e manipulação de alimentos na orla.

Participaram da operação 45 servidores das Secretarias de Meio Ambiente e Sustentabilidade, de Saúde, da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), Empetur, Secretaria de Defesa Social, através da Policia Militar, Capitania dos Portos, além dos servidores da Prefeitura de Tamandaré. As equipes se dividiram e agiram por terra e por mar, orientando sobre a proibição de circulação de veículos automotores e de tração animal na faixa de areia; necessidade de autorização prévia para realização de eventos náuticos e da necessidade de licença ambiental para transitar com passageiros; normas sanitárias para o comércio ambulante na praia e combate à poluição sonora nas embarcações e na faixa de areia.

O trabalho resultou em 59 ambulantes abordados sobre a necessidade de se adequarem à legislação; 6 tutores de cachorros foram informados que não é permitido passear com os animais na faixa de areia e entre os banhistas; 2 hotéis receberam orientação para retirada de bancos de madeira e concretos fixos na área de restinga, além da retirada de uma motocicleta que transitava entre as pessoas. Quanto as embarcações, foram vistoriados 08 catamarãs, dos quais, 05 estavam sem licenciamento ambiental e foram intimados a regularizar a atividade junto a CPRH. A Agência Ambiental dará continuidade a ação nas praias de Carneiros e Tamandaré neste domingo.

Para o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, a ação foi positiva e deve ter continuidade e desdobramentos. “Nosso trabalho em Carneiros foi muito positivo. A presença do estado foi sentida e bem recebida pela população, vamos dar continuidade a estas ações. Antes do estudo de ordenamento da Zatan, não tínhamos nada para basear nossa atuação. Agora nos temos regras e estas regras dependem da nossa fiscalização e da mobilização da população para que aos poucos a gente desenvolva uma cultura de preservação ambiental e de uso adequado destes equipamentos públicos que são nossas praias, um grande atrativo turístico de Pernambuco. Mas, destacando que o turista vem para usufruir do meio ambiente, a preservação é nossa responsabilidade e compromisso do Governo de Pernambuco”, assegurou Bertotti.

Na ocasião, uma unidade do Pernambulando, o centro de atendimento ao turista móvel da Empetur (Empresa Pernambucana de Turismo) ficou em frente à Capela de São Benedito, mais conhecida como Igrejinha de Carneiros, distribuindo o Passaporte Pernambuco e adesivos do Bora Pernambucar – Praia. O presidente da Empetur, Antônio Neves Baptista destacou a importância de ações como esta. “As praias de Carneiros e Tamandaré são importantes destinos do turismo em Pernambuco, por isso é preciso este ordenamento não só da orla, como das embarcações para que o destino seja sustentável, não só em respeito ao meio ambiente, mas também sobre o crescimento urbano, do aumento do número de turistas, para que tudo isto tenha um impacto positivo no melhoramento da vida social e econômica de todos aqueles que aqui vivem”, avaliou o presidente da EMPETUR.