A Secretária de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas-PE) Inamara Mélo, embarca para o Egito, neste sábado, 05, onde participará da Conferência das Partes – COP27, cujo objetivo é debater a construção de politicas públicas e assumir compromissos para diminuir as concentrações de gases de efeito estufa na atmosfera do planeta.
Pernambuco, através da Semas, vem se destacando em nível nacional e internacional, na implantação de políticas públicas no enfrentamento à crise climática, e, marcará presença na COP27. O evento, reúne os países desde 1995, com a responsabilidade de tomar decisões para o avanço nas estratégias de redução de emissões de gases de efeito estufa e na adaptação aos efeitos que já se fazem presentes decorrentes da mudança do clima. Este ano o encontro internacional promete avançar nas discussões sobre vulnerabilidade e financiamento climático.
Dentre os avanços conquistados pelo Estado, está o Uso de Dados de Satélite para Acelerar Ações Climáticas. Trata-se de uma tecnologia de utilização de dados de satélite para medição de emissão de gases de efeito estufa, e sua contribuição na condução das ações e políticas públicas climáticas. Pernambuco foi um dos estados eleitos para participar do projeto piloto para desenvolvimento da metodologia de rastreamento. Os dados fornecidos por satélite vem fortalecer a experiência do estado no levantamento das emissões de gases de efeito estufa, trazendo mais confiabilidade e amplitude no registro. As imagens de satélite utilizadas pelo grupo estão aliadas a formas de sensoriamento remoto, inteligência artificial e dados de perícia científica para identificar as emissões de GEE.
A Semas-PE lançou o 1º Inventário de Gases de Efeito Estufa em 2019, durante a Conferência Brasileira de Mudança do Clima, no Recife. O documento foi elaborado em parceria com a organização internacional Under2. O Estado já produziu dois inventários analisando as emissões de CO2. Um no período de 2015 a 2018, e o outro com o acréscimo dos anos de 2019 e 2020, sendo que este último traz as informações desagregadas por município.
Este inventário serviu de base para o Plano de Descarbonização de Pernambuco, documento que define as estratégias para alcançar a neutralidade das emissões de Gases de Efeito estufa (GEE) até 2050, apontando metas, prazos e ações para mitigação das emissões de GEE no estado. Este Plano norteia todas as políticas públicas do Estado para o enfrentamento e adaptação à crise climática.
Na COP26, no ano passado, o governo Britânico lançou a campanha Race to Zero, da qual Pernambuco faz parte, que busca reunir os governos subnacionais, empresas, investidores e outros atores da sociedade em prol de um 2050 carbono neutro, saudável, resiliente, com um crescimento inclusivo. Este ano os estados são convidados a mostrar na COP27 o quanto avançaram no alcance de seus objetivos climáticos: os compromissos foram assumidos, este é o momento da ação.