Os tucanos, tamanduás-mirins, furões e quatis, nativos da Mata Atlântica e da Caatinga, chegaram do Cetas de Salvador

O Parque Estadual de Dois Irmãos, localizado na Zona Norte do Recife, está com novos moradores. A instituição conservacionista, administrada pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas/PE), recebeu quatro tucanos (Ramphastidae), dois tamanduás-mirins (Tamandua tetradactyla), três furões (Galictis cuja) e dois quatis (Nasua nasua). Os animais – nativos dos biomas Mata Atlântica e Caatinga – são provenientes do Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) de Salvador, na Bahia. Os bichos estão bem, e adaptando-se ao novo ambiente.

A chegada dos novos animais dá continuidade ao novo Plano Diretor do Zoológico, que foca na preservação da biodiversidade local, visando desempenhar um papel estratégico na proteção e preservação da fauna nativa dos biomas da Mata Atlântica e Caatinga, além das zonas de transição da Mata Atlântica.

De acordo com o gerente técnico de Manejo de Fauna do Parque, o veterinário Márcio Silva, os animais são todos filhotes, não havendo entre os recém-chegados moradores, nenhum completamente adulto. Márcio explica também que não possuem condições de soltura na natureza, pois foram criados em cativeiro desde cedo, e se acostumaram com a presença e a manipulação feita por humanos. Um exemplo é o casal de quatis. Conforme o gerente técnico de Fauna, a dupla foi resgatada de um criadouro ilegal, e também não têm condições de retorno à vida livre.

Os animais estão em procedimento de quarentena, num local provisório para repouso, e a expectativa é de que, no mínimo quinze dias, a maioria deles já esteja liberada para os recintos. “Provavelmente um dos furões, a fêmea, precisará de mais algum tempo de quarentena, por conta de ser recém-nascida e ainda ser muito dependente dos cuidados da equipe técnica do Parque”, ressaltou o veterinário Márcio Silva.

Consulta Pública – Segue até o dia 1 de outubro a consulta pública sobre a concessão do Parque Estadual de Dois Irmãos, apresentada pelo Governo de Pernambuco e BNDES. A sociedade civil está convidada a participar com contribuições ao projeto, que prevê investimentos de mais de R$ 600 milhões em gestão, infraestrutura e conservação.

A colaboração da população será possível tanto por formulário eletrônico (https://bit.ly/consultapublicapedi), como através de audiência pública digital prevista para o dia 22 de setembro, via plataformas Zoom e YouTube. Mais informações: https://bit.ly/concessaopedi

Foto: Lu Rocha – Semas/PE