Empresa de telefonia Vivo apresentou planta industrial de produção de energia sustentável, a partir do reaproveitamento de resíduos sólidos do aterro sanitário de Caruaru

O secretário estadual da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas PE), José Bertotti, visitou na manhã desta quinta-feira (26), a usina de biogás da Central de Tratamento de Resíduos (CTR) de Caruaru, no Agreste de Pernambuco. No local, uma parte do material oriundo do aterro sanitário do município é transformado em biogás para a geração de energia, numa parceria com a empresa de telefonia Vivo, que vem investindo em plantas industriais de produção de energia sustentável.

De acordo com Bertotti, a proposta é um exemplo de iniciativa empresarial sustentável, ao investir em soluções tecnológicas que melhoram o meio ambiente. “Isso demonstra a vitalidade da cadeia de resíduos em Pernambuco, no rumo do aproveitamento do metano gerado pelos resíduos, que é um gás extremamente danoso para a camada de ozônio. Nos mostra também que as empresas estão procurando tornar-se neutras em emissões de carbono, investindo em inovações que contribuem para o encerramento dos lixões no estado, e para melhorar a qualidade do meio ambiente”, afirmou o secretário da Semas.

Estiveram na visita, juntamente com o gestor da Semas, o assessor especial da secretaria, Edilson Silva, a gerente de Energia e Eficiência Energética da Vivo, Jussara Tassini,  o Gerente Institucional da empresa, Marcos Almeida, além dos gestores do CTR Caruaru.

Foto: Pedro Caldas- Semas/PE