Na ocasião, superintendente da Semas entregou uma guia de orientações para a implantação de coleta seletiva e visitou unidades de conservação

O Superintendente de Meio Ambiente da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco, Bertrand Alencar, esteve no município de Bonito, na última sexta-feira, 12, para discutir ações ambientais com vistas ao tratamento de resíduos sólidos e melhoramento do meio ambiente no município. Ao lado da analista técnica ambiental Monaliza Andrade, o superintendente se reuniu com a vereadora Anaclea de Azevedo Lima e o presidente da Câmara Municipal, vereador Paulinho de Devá,

De acordo com Bertrand, com apoio da Semas, a vereadora pretende estimular a coleta seletiva no município com a inclusão de catadores de materiais recicláveis e a compostagem com a matéria orgânica existente no lixo municipal. Conforme a equipe da Secretaria estadual, a parlamentar demonstrou preocupação com a situação atual do antigo lixão de Bonito na zona rural, pois continuam depositando resíduos de forma clandestina no local, mesmo a Prefeitura tendo encerrado a disposição final naquele sítio e estar encaminhando o lixo coletado para o aterro sanitário municipal de Altinho, localizado a 47 km de Bonito.

Ao lado da vereadora, a Semas esteve no antigo lixão da cidade e constatou a descarga irregular de resíduos sólidos, cuja área precisa ser recuperada. A equipe técnica da secretaria visitou, ainda, dois depósitos de intermediários de materiais recicláveis que atuam no município. Na ocasião, a equipe foi informada que catadores avulsos vendem o material recolhido diretamente ao depósito.

A zona rural também esteve na agenda de visitas da equipe da Semas que foi conhecer de perto as áreas de preservação locais. O município de Bonito possui três unidades de conservação municipal: o Parque Natural Municipal Matas do Mucuri Hymalaia, com área de 105 hectares (criada pela Lei Municipal Nº 882/2010), o Parque Natural Municipal Mata da Chuva com 174 ha (Lei Municipal Nº 1.098/2016) e o Monumento Natural Municipal Orquidário Pedra da Rosária com 52,8 ha (Lei Municipal Nº 936/2011).

Ao final, o superintendente de Meio Ambiente, Bertrand Alencar, reafirmou o compromisso do Governo do Estado, por meio da Semas, para encerrar todos os lixões de Pernambuco e as iniciativas de coleta seletiva e de organização de catadores em cooperativas e associações que vem sendo estimuladas.

Bertrand Alencar entregou, na ocasião, à vereadora Anaclea, um guia de orientações para a implantação da coleta seletiva com inclusão social. A vereadora ficou com a propostas de levar as medidas para o Plano Plurianual (PPA) da Câmara de Bonito