A Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) realizou a primeira investida da Operação Despertar do Curupira, com fiscalização na área da Unidade de Conservação (UC) Serras e Brejos do Capibaribe, no município de Brejo da Madre de Deus, no Agreste. O objetivo da operação, que regatou 80 animais silvestres de cativeiros, é combater a caça e o tráfico de animais silvestres na área da UC. No total, foram aplicadas multas no valor total de R$ 22 mil, aos infratores.

“A área tem uma imensa importância biológica, inclusive com a presença de Brejo de Altitude, que possui rica vegetação. A diversidade da fauna nativa chama a atenção de caçadores. Há denúncias, inclusive, de torneios de caça na região”, comentou o chefe do Setor de Administração das Unidades de Conservação da CPRH, Cosme Castro Júnior, que liderou a Operação Despertar do Curupira, realizada dias 15 e 17 de fevereiro. por servidores da Gerência de Gestão das Unidades de Conservação e da Unidade de Gestão da Fauna, ambas da CPRH, e contou com o apoio de policiais da Companhia Independente de Policiamento de Meio Ambiente (Cipoma).

A equipe também recebeu animais silvestres entregues voluntariamente. “Recebemos um tatu-peba que estava sendo cevado para servir de alimento, um papagaio-verdadeiro e dois jabutis. A entrega voluntária isenta o infator de multa”, explicou o analista ambiental da CPRH, Fábio Amorim, que participou da operação. Os animais resgatados e também os que foram entregues voluntariamente foram conduzidos ao Centro de Triagem de Animais Silvestres de Pernambuco (Cetas Tangara), unidade da CPRH no Recife, para serem, devolvidos à natureza, após avaliação clínica.

Durante as investidas, a equipe também apreendeu 07 espingardas ,
destruiu 52 gaiolas e apreendeu 01 motosserra.

ANIMAIS RECUPERADOS PELA OPERAÇÃO DESPERTAR DO CURUPIRA
Animais silvestres apreendidos – 80:

Azulões -11
Sabiá – 03
Sanhassu – 02
Bigode – 07
Patativa – 03
Papa-capim – 10
Salta-caminho – 11
Galo-de-campina – 06
Canário da terra – 12
Golinha – 06
Papagaio-do-mangue – 02
Concriz – 02
Tuim – 01
Pinta-silva – 01
Craúna – 02
Xexéu – 01

Animais silvestres entregues voluntariamente – 04

Papagaio-verdadeiro 01
Tatu-peba 01
Jabuti – 02

Valor de multa aplicada R$ 22 mil
Gaiolas destruídas – 52
Motosserra apreendida – 01

Espingardas apreendidas 07, sendo quatro artesanais e três industriais, sendo uma calibre 32 e duas calibre 36, com 29 munições.