A Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental do Estado de Pernambuco (CIEA) em reunião ordinária, nesta segunda-feira (21), prestou contas das ações realizadas durante este ano e definiu as diretrizes que irão fundamentar as ações da Comissão no ano de 2023. Participaram do encontro, que ocorreu remotamente, os representantes da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj), Universidade de Pernambuco (UPE), Instituto Federal de Pernambuco (IFPE), Secretaria de Educação e Esportes (SEE), Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH) e da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas-PE).

A 9ª Reunião Ordinária da CIEA teve início com os informes gerais e os repasses institucionais das atividades que cada um dos integrantes executou ao longo deste ano, em seus respectivos espaços. Na sequência, o grupo debateu o principal ponto de pauta , que foi o levantamento das diretrizes que devem nortear as ações da Comissão no próximo ano. Essas ações devem ser baseadas no Regimento da CIEA, na Política e no Programa de Educação Ambiental de Pernambuco

A Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental do Estado de Pernambuco (CIEA) tem como principal atividade, a proposição, elaboração e acompanhamento das diretrizes e execução da Política Estadual de Educação Ambiental. A Comissão é composta de maneira paritária entre representantes do Poder Executivo Estadual, Poder Executivo Federal e entidades da sociedade civil. A próxima reunião ordinária da Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental do Estado de Pernambuco (CIEA) será realizada de maneira presencial no dia 12 de dezembro, no Parque Estadual Dois Irmãos.