O mais antigo morador do Parque Estadual de Dois Irmãos aproveitou bem seu dia, interagindo com as atividades e se deliciando com suas comidas preferidas

O Chimpanzé Sena – morador mais antigo do Parque Estadual de Dois Irmãos – completou nova idade nesta quarta-feira (18) e, em comemoração aos seus 64 anos, ganhou um dia especial com direito a bolo, presentes e brincadeiras. O grandão, de quase 80 quilos, aproveitou cada surpresa preparada pela equipe do equipamento, que é administrado pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas/PE). Ele interagiu com as práticas oferecidas e se deliciou com suas guloseimas naturais preferidas.

Feito com banana, canela e coco, ricos em nutrientes para um animal idoso, o bolo foi colocado logo cedo no recinto. O aniversariante não demorou a sentir o cheiro e se esbaldar com o quitute. “Sempre festejamos o aniversário dos moradores aqui do Parque. Mas, Sena é especial para nós e para o público. Por isso, hoje preparamos coisas que ele gosta muito. O fato dele está com uma idade avançada vejo como um êxito do trabalho da equipe. Pois, mostra que Sena responde bem aos nossos cuidados. Chimpanzés em vida livre chegam a alcançar cerca de 50 anos”, disse Fernanda Justino, coordenadora da Divisão de Veterinária e Biologia do Parque.

Os técnicos do parque também prepararam outros enriquecimentos alimentares e cognitivos para animar o dia de Sena. Foram práticas que buscaram estimular a dinâmica no dia a dia do bicho, tirando-o da rotina e proporcionando bem-estar. Em um primeiro momento, foi montado, no recinto, um varal com peças de roupa contendo o cheiro dos biólogos, veterinários e tratadores para que ele pudesse escolher qual delas guardar. Por fim, o chimpanzé (Pan troglodytes) ainda ganhou um presente. Dentro da caixa, estavam os seus petiscos favoritos.

História – Sena chegou ao Parque de Dois Irmãos com 15 anos de idade, em agosto de 1972. Ele foi resgatado do circo e recebido carinhosamente pelos profissionais do parque. Os técnicos acreditam que ele é um dos animais mais velhos em zoológicos do Brasil. Como todo o idoso, é um animal bastante sensível a barulho. Os chimpanzés são animais extremamente inteligentes, alimentam-se de uma variedade de comidas, incluindo frutas e folhas. São encontrados no norte do Rio Congo, na África, e estão classificados como em perigo de extinção devido à perda de habitat natural provocado principalmente pela caça irregular.

Foto: Juliana Barreto- Semas/PE