CBMC2

José Bertotti apresentará o programa Pernambuco Carbono Neutro, iniciativa parceira com a União Europeia para elaboração do plano de descarbonização do Estado

O Governo de Pernambuco estará, nesta quarta-feira (29), no centro dos debates promovidos pela Conferência Brasileira de Mudança do Clima (CBMC), sobre os compromissos para neutralizar as emissões de carbono. O secretário estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade, José Bertotti, participará do painel “Governos subnacionais rumo ao net zero em 2050”, às 11h, com transmissão pelo canal do instituto Ethos no YouTube. Bertotti apresentará o programa Pernambuco Carbono Neutro, uma iniciativa parceira com a União Europeia para a elaboração do plano de descarbonização da economia do Estado.

O gestor da Semas/PE dividirá a bancada do painel com Daniela Lerario, da Climate Champions, e os secretários estaduais de meio ambiente Marília Melo (Minas Gerais), Mauro O’de Almeida (Pará) e com o subsecretário do Meio Ambiente de São Paulo, Eduardo Trani. “Vamos mostrar que o Pernambuco Carbono Neutro está criando um roteiro sólido para neutralizar as emissões de gases do efeito estufa até 2050, usando tecnologia de ponta. E esse roteiro tem o objetivo de garantir o desenvolvimento sustentável, com emprego, renda, qualidade de vida, preservação ambiental e vantagens competitivas no mercado internacional”, afirmou Bertotti.

O plano de descarbonização é elaborado a partir de projeções da economia atual, considerando os setores que mais impactam em termos de liberação dos gases causadores do aquecimento global. Com isso, é desenhada a trajetória para alcançar a neutralidade carbônica, ou seja, as medidas mais eficazes para acabar com as emissões ou compensar aquilo que não for possível deixar de produzir. De forma consistente, o estudo vai apresentar metas escalonadas de redução a serem alcançadas em 2025, 2035 e 2050. Serão, inclusive, apontados os investimentos necessários e os impactos sociais e econômicos decorrentes das ações propostas.

Na construção do documento, é levada em consideração a substituição de matrizes energéticas por tecnologias de baixo carbono. Também não está descartada a possibilidade de um mercado de carbono, a exemplo do que já ocorre na Europa, com créditos de carbono para empresas que reportem suas emissões e atinjam determinados patamares. A versão final do Plano de Descarbonização será publicada no primeiro semestre de 2022, mas vários produtos intermediários serão consolidados e debatidos. Entre eles está a síntese das políticas públicas propostas para adoção das soluções de baixo carbono. Esse documento será apresentado por Pernambuco na COP 26, em novembro, na Escócia.

Estratégias – Na quinta (30/09), às 16h40, Pernambuco também estará nas discussões sobre os compromissos climáticos assumidos pelos Estados. A secretária executiva de Meio Ambiente da Semas/PE, Inamara Melo, integrará a mesa “Estratégias para a implementação da Carta da Abema pelo Clima”. O painel vai discutir os avanços da implementação pelos Estados dos compromissos da Carta da Abema, lançada na 1ª edição da CBMC, em 2019, e ratificada por todos os Estados e o Distrito Federal. Ao lado de Inamara, estarão representantes dos estados Espírito Santo (Juliana Reis); Santa Catarina (Leonardo Ferreira); Rio de Janeiro (Telmo Borges) e do Distrito Federal (Sarney Filho).

CBMC – A Conferência Brasileira de Mudança do Clima (CBMC) acontece, entre os dias 27/09 e 01/10, de forma online. São mais de 30 mesas, debates e painéis, todos transmitidos gratuitamente pelo canal do Ethos no YouTube. O diálogo foca nos caminhos para a retomada do compromisso climático firmado pelo Brasil. A NDC brasileira, a descarbonização e a litigância climática estão entre as principais pautas da conferência. A programação é extensa e reflete a urgência que a agenda de meio ambiente e clima tomaram no cenário nacional e a união dos governos subnacionais (estados e municípios), ONGs, comunidade científica, movimentos sociais, e o setor privado pela reversão dele. Confira a programação completa em: www.climabrasil.org.br.

Realizadores – São correalizadores da terceira edição do CBMC 2021: O Instituto Ethos, Governo de Pernambuco (por meio da Secretaria estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade), Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), Centro Brasil no Clima (CBC), Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB), Fundação Amazonas Sustentável (FAS), FGV/EAESP – Centro de Estudos em Sustentabilidade, Fundacion Avina, Hivos, ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade, Instituto Alana, Instituto Clima e Sociedade (iCS), Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS), Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM Amazônia), Fundação Konrad Adenauer (KAS), Observatório do Clima, Prefeitura do Recife, Projeto Saúde & Alegria, Rede Brasil do Pacto Global, Rede de Cooperação Amazônica (RCA), Reos Partners, Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento de Goiás (SEMAD-GO), Secretaria Municipal do Clima de Niterói, The Climate Reality Project Brasil e Youth ClimateLeaders.

Serviço

O quê: Pernambuco debaterá estratégias estaduais para neutralizar emissões de CO2
Quando: 29/09, às 11h
Onde: canal do Ethos no YouTube: https://bit.ly/3C9m4yM
Informações e inscrições: www.climabrasil.org.br